O alto índice de acidentes no trecho da BR-101 que corta o Espírito Santo será debatido na próxima quarta-feira (2), às 13 horas, pela comissão especial que promove a fiscalização do contrato de concessão da rodovia. A reunião será transmitida pela TV Assembleia e pelo canal da Ales no Youtube.

O colegiado presidido pelo deputado Gandini (Cidadania) convidou o superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Amarilio Luiz Boni,  e o diretor-superintendente da concessionária Eco101, Carlos Eduardo Xisto, para falar sobre as ações de prevenção e as estatísticas de ocorrências em 2020. Dados da PRF apontam que o trecho contabilizou 126 óbitos entre 2007 e 2016.

De acordo com Gandini, é necessário conhecer melhor a realidade das ocorrências registradas na BR-101 e saber quais ações de prevenção vêm sendo realizadas. “Queremos saber que providências estão sendo tomadas e se o alto índice de acidentes tem relação com a ausência de duplicação ou de fiscalização dos trechos. Após ouvi-los, vamos deliberar que medidas cabíveis a comissão poderá tomar”, destacou.

O objetivo da comissão é fiscalizar o contrato de licença para administração, manutenção e recuperação da BR-101 firmado em 2013 entre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a concessionária Eco101, com duração de 25 anos. A BR-101 percorre o Espírito Santo de norte a sul, em um total de 461,1 quilômetros.

Fonte: Assembleia Legislativa do ES